Guia do Utente

Infeções Sexualmente Transmissíveis (IST´s) - Check Up

Por Amor à sua Saúde, faça um Check-Up.

Fale com o seu médico e identifique o mais indicado, entre os que dispomos nos nossos laboratórios (ler abaixo).


O que são as Infeções Sexualmente Transmissíveis (IST´s)?

Também conhecidas como Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST, de acordo com a antiga nomenclatura), as IST´s são ujm conjunto de doenças que se transmitem através do contacto sexual entre indivíduos.

O que causa estas doenças?

São doenças provocadas por microorganismos, sejam eles bactérias, fungos, vírus ou parasitas.

Como se transmitem?

O portador da infeção pode não apresentar qualquer sinal ou sintoma da doença e, no entanto, pode transmiti-la através do contacto corporal que ocorre durante as relações sexuais - sejam relações de natureza vaginal, oral ou anal.

Porque é que é tão importante o diagnóstico?

Porque as Infeções Sexualmente Transmissíveis (IST´s) são doenças que podem causar danos permanentes a curto ou a longo prazo. Nomeadamente, a infertilidade ou morte do seu portador, quando não tratadas ou controladas atempadamente.

No entanto, a falta de informação e/ou o desconhecimento dos sintomas leva à desvalorização da doença contribuindo, para a sua transmissão. Em muitos casos, os doentes encontram-se assintomáticos, ou na fase de incubação, e vão transmitindo os microorganismos responsáveis pela infeção, sem que o saibam.

Quais os sintomas?

A pessoa infetada pode ou não exibir sinais exteriores da doença. Particularmente, se estiver em período de incubação.

Contudo, a observação de qualquer alteração aos órgãos sexuais justifica uma ida ao médico. Para além disso, existem alguns sinais de alerta comuns, a que deve estar atento(a):

MULHERES

  • Dor na parte inferior do abdómen, sobretudo quando esta se repete com frequência;
  • Fluidos vaginais brancos ou amarelados e com mau cheiro;
  • Comichão, inchaço ou sensação de queimadura na vulva, vagina ou ânus;
  • Sensação de ardor ao urinar;
  • Lesões na pele e mucosas dos órgãos sexuais.

HOMENS

  • Corrimento, tipo pus, a sair do pénis;
  • Lesões na pele e mucosas dos órgãos sexuais;
  • Sensação de ardor ao urinar.

Como se faz o diagnóstico?

Aliado à sintomatologia avaliada pelo seu médico, o diagnóstico laboratorial é precioso para o tratamento/cura ou controle da doença - tanto para o queixoso, como para o seu parceiro, que deve ser tratado em simultâneo.

DIAGNÓSTICO LABORATORIAL

Os microrganismos causadores destas infeções podem ser pesquisados:

  • diretamente nos fluidos biológicos (ex.: exsudado vaginal; exsudado uretral; líquido de lesões; urina);
  • indiretamente, através dos anticorpos existentes no sangue do indivíduo.

A Beatriz Godinho Saúde, através dos seus laboratórios, disponibilizam várias análises indicadas ao diagnóstico das I.S.T.

  • CHECK UP IST´s BÁSICO

. Hepatite B (Ag Hbs AC Hbs)

. Hepatite C

. Vírus HIV 1 + HIV2

. Sífilis (VDRL)

  • CHECK UP IST´s GERAL – Mulheres/ Homens

. Check up básico IST

. Chlamydia trachomatis ADN no exsudado vaginal / uretral

. Ac Herpes II IgG

. Ac Herpes II IgM

. Exame bacteriológico com TSA do Exsudado Vaginal/Uretral;

. Pesquisa de Mycoplasma hominis, exame cultural, identificação e TSA no exsudado vaginal/uretral;

. Pesquisa de Ureaplasma urealyticum e Ureaplasma parvum, exame cultural, identificação e TSA no exsudado vaginal/uretral.

  • PAINEL MOLECULAR COMPLETO* - Cervicite/Uretrite

. Inclui: Chlamydia trachomatis, Neisseria gonorrhoeae, Ureaplasma urealyticum, Ureaplasma parvum, Mycoplasma genitalium, Mycoplasma hominis, Treponema pallidum, Haemophilus ducreyii, Trichomonas vaginalis, Candida albicans, Candida glabrata, Candida Krusei, Candida dubliniensis, Candida guilliermondii, Candida parapsilosis, Candida tropicalis, Vírus Herpes simplex I e II e Vírus do Papiloma Humano, HPV, Tipagem.

*A nova tecnologia de Biologia Molecular (PCR) oferece um grande avanço no diagnóstico das IST´s uma vez que, por outros métodos, alguns dos microrganismos podem não ser detetados. Permite ainda a pesquisa de vários agentes em simultâneo, facilitando uma terapêutica direcionada e específica. Algo particularmente importante, tendo em conta que durante uma relação sexual, podem ser transmitidos mais do que um agente etiológico - isto é, causador de doenças.

Tome nota: apesar do diagnóstico e terapêutica adequados, poderá haver lugar a reinfeção no caso dos parceiros não serem tratados em simultâneo.

Em caso de dúvida, contacte os nossos especialistas.