Guia do Utente

Teste de Intolerância Alimentar - Análises e outros exames

 

Com o Teste de Intolerância Alimentar pode finalmente perceber a "cor" que os alimentos têm para o seu organismo: verde, amarelo ou vermelho!

| Ver Folheto Informativo |

Como são apresentados os resultados do teste

Cerca de 216 alimentos associados a uma cor, num relatório muito completo e extremamente fácil de entender.

| Ver Listagem |

As alergias alimentares confundem-se frequentemente com intolerância alimentar... Qual é a diferença entre alergia alimentar e intolerância a alimentos?

A Alergia Alimentar é uma reação imunológica mediada por IgE específicas, que ocorre após a ingestão ou contacto com um determinado alimento. As manifestações clínicas são geralmente imediatas.

Na Intolerância Alimentar há a formação de anticorpos IgG dirigidos contra proteínas dos alimentos. O organismo não consegue diferir completamente alguns grupos de alimentos, provavelmente devido a uma deficiência enzimática do sistema digestivo, ou outro mecanismo desconhecido. Como consequência, são produzidas substâncias que o organismo reconhece como estranhas, causando uma reação de sensibilidade alimentar.

Como se manifesta a Intolerância?

Os sintomas de mal-estar relacionado com o consumo de alimentos são comuns e, na maioria das vezes, provocados por intolerância alimentar mediada por anticorpos IgG.

Geralmente estes sintomas manifestam-se horas, ou até mesmo dias, após o consumo do alimento causador - o que torna muito difícil estabelecer uma relação causa-efeito - acentuando a necessidade da realizar um teste para determinar quais os alimentos responsáveis.

Principais sintomas:

 

  • digestivos - síndrome de colon irritável, obstipação, diarreia, náuseas, acidez, cólicas.
  • respiratórios - bronquite, asma, dificuldades respiratórias.
  • dermatológicos - vermelhidão, rosácea, acne, eczema, urticária.
  • neurológicos - enxaquecas, enjoos, dores de cabeça.
  • psicológicos - ansiedade, letargia, depressão, fadiga, astenia.
  • musculares e articulares - artrites, mialgias (dores  e artralgias (rigidez nas articulações)

 

Em que consiste o Teste de Intolerância Alimentar?

Pesquisa a quantidade de anticorpos do tipo IgG produzidos pelo nosso sistema imunológico como resposta contra alguns constituintes presentes nos alimentos que normalmente constituem a chamada “dieta mediterrânica”. O painel envolve a pesquisa destes anticorpos contra aproximadamente 216 alimentos das categorias:

 

• Cereais contendo glúten: farinha de cevada, glúten, farinha de aveia, farinha de centeio, espelta , farinha de trigo

• Cereais sem glúten e alimentos alternativos. farinha de trigo sarraceno , semente de linhaça, semente de colza, milho, alfarroba, painço, arroz

• Carne: vaca, frango, borrego , porco, peru, avestruz, coelho, codorniz, galinha pintada, ganso, cabra, pato, cavalo, corço

• Produtos lácteos e ovo: leite de vaca, gema de ovo (galinha),  clara de ovo (galinha), queijo de cabra, leite de cabra, leite de ovelha, queijo de ovelha, queijo quark, queijo fresco, queijo mozarela, queijo emmental, queijo fundido, queijo camembert, queijo camembert, iogurte, manteiga, beta-lactoglobulina, kefir, caseína

• Frutas: cereja , uva (branca/preta), kiwi , limão, nectarina, laranja, ananás, morango , melancia, pera, ameixa,  toranja ,pêssego, maçã,  alperce, tâmara, banana, abacate, amora, mirtilo, arando, groselha preta, groselha vermelha, groselha verde, melão, figo, romã, framboesa, papaia, manga, líchia, lima, fruto de rosa mosqueta, meloa , uva passa

• Ervas e especiarias: alho, baunilha, estragão, cominhos, manjericão, gengibre, semente de papoila, semente de mostarda, manjerona, pimenta de caiena, caril, cebolinho, hortelã-pimenta, pimenta (branca/preta), noz-moscada, tomilho, canela, alecrim, salsa, menta, lúpulo, açafrão, endro, coentros, cravinho, alcaparra, camomila, louro, anis, oregãos

• Frutos secos e semente frutos secos: semente de girassol, amêndoa, noz macadâmia, noz, pinhão, avelã, castanha do brasil, pistácio, cacau, caju, sésamo, amendoim, noz-de-cola, castanha, coco

• Vegetais: curgete, pimentão, couve-roxa, batata, brócolo, beringela, aipo, repolho, cenoura, funcho, couve-lombarda, tomate, acelga, rebentos de bambu, espargo, espinafre, alho-frânces, rábano, nabo, couve-flor, couve-de-bruxelas, beterraba, cebola, alcachofra, acelga, chalota, abóbora, batata-doce, pepino, couve, tupinambos, ervilha de quebrar, couve chinesa, azeitona, folha da videira, malagueta, rabanete, raiz de alcaçuz

• Leguminosas: feijão branco, ervilha, feijão vermelho, fava, lentilha, soja, grão de bico, feijão verde, feijão mungo

• Saladas: alface iceberg, chicória, rúcula, alface, canónigos

• Cogumelos: mistura de cogumelos 1, mistura de cogumelos 2

• Peixe e frutos do mar: bacalhau, lagosta, peixe espada, lula, ostra, salmão, cavala, anchova, lagostim, atum, robalo, pregado, carpa, amêijoa, dourada, lúcio, enguia, caviar, camarão, solha, cantarilho, sardinha, truta, polvo, arenque, arinca, caranguejo

• Diversos: aloé vera, levedura de cerveja; fermento de padeiro, mel, óleo de cártamo, ágar-ágar, café, chá preto, chá verde, fermento em pó

Os resultados deste teste laboratorial não representam um diagnóstico completo. Uma alteração de dieta ou eliminação total de um ou vários alimentos deve ser planeada e supervisionada por um especialista.

 

Testemunhos

Se eu recomendaria esta análise (teste de intolerância alimentar) a alguém? Claro que sim. Ajudou-me sobretudo na minha prisão de ventre e a combater a retenção de líquidos. Alterei a minha alimentação conforme o resultado da minha análise e estou satisfeitaCristiana Santos

Desde há uns anos que tinha alterações gastrointestinais que interferiam no meu dia-a-dia. Com o resultado do teste de intolerância percebi que deveria evitar, principalmente, o glúten e alimentos derivados de leite e ovos. Eliminei estes alimentos da minha dieta alimentar e as alterações gastrointestinais desapareceram. Posso ter uma vida normal! Dinora Alves

Após realização da análise à intolerância alimentar e seguindo inicialmente a informação existente, isto é, eliminando da alimentação os alimentos “vermelhos” e tendo cuidado com os “amarelos”, confirmei que as minhas crises de enxaqueca não só deixaram de ser tão frequentes, como a intensidade e duração diminuiu drasticamente... Também consegui perder peso (7 kg), bem como volume abdominal. Hoje em dia, já como alguns dos alimentos que não deveria mas em pouca quantidade... e só de vez em quando. Estou bastante satisfeita e sinceramente recomendo. Anabela Sousa

 

Onde fazer?

Pode fazer o teste de intolerância alimentar num dos +170 postos Beatriz Godinho Saúde.

+ para ler no Folheto Informativo Teste Intolerância Alimentar


« Voltar